As startups já são uma realidade na vida de muitas empresas e de milhares de empresários espalhados pelo Brasil e pelo mundo. Mas dentro deste universo há vantagens e desvantagens evidentes.

 

E para entendermos melhor, precisamos sair de trás de nossa Mesa rustica de madeira e listarmos cada uma delas. Foi pensando nisso que criamos este guia definitivo, que lhe ajudará a saber se é hora de fazer suas apostas nessa vertente ou não!

 

Vantagens

 

  • Agilidade

 

As startups são inovadoras e continuam aprimorando seus modelos de negócios, seus processos e portfólios. Isso permite que se adaptem às tecnologias e mudanças nas condições de mercado. 

 

  • Eficiência

 

As empresas estabelecidas têm altos custos administrativos. Já as startups oferecem seus serviços de forma mais eficiente, econômica e competitiva, seja no setor administrativo ou de catalisador para tinta, não importa. 

 

Elas, provavelmente, estão cientes de suas limitações e tendem a se concentrar em seus pontos fortes com total eficácia.

 

  • Cultura da equipe

 

Funcionários de grandes corporações são atraídos por prestígio e salários. Eles facilmente perdem de vista a visão, a missão e os valores da empresa, bem como o sucesso de seus clientes. 

 

Já os das startups formam uma comunidade unida que compartilha paixões, crenças e valores. Eles devem trabalhar juntos para o bem de seus clientes e de sua própria saúde financeira.

 

  • Versatilidade

 

São multitarefas e o vendedor pode se desdobrar como gerente de relacionamento. Isso padroniza cada uma das etapas do funil de vendas e permite que as startups respondam a emergências. A maioria delas apoia o aprendizado e tem uma maior tolerância a erros. Ambos os fatores aumentam a versatilidade dos funcionários.

 

Desvantagens

 

  • Risco

 

A maioria das startups falham no primeiro ano de operações, portanto, o risco de falha é alto. Isso pode ofuscar a visão estratégica ou as chances de se aproveitar as oportunidades de mercado. 

 

Por fim, também prejudica a capacidade de atrair funcionários experientes e competentes.

 

  • Compensação

 

É preciso esforço para construir uma empresa, além de longas horas de trabalho. As recompensas podem ser baixas, pois leva tempo para se transformar num Imã de Ferrite e aproximar a marca dos verdadeiros lucros. 

 

  • Acesso ao Mercado

 

Muitos clientes preferem uma empresa conhecida a uma nova startup. Além disso, é mais caro conquistar novos clientes do que manter os antigos. Sem essa base, entender as necessidades do mercado também se torna uma verdadeira luta. 

 

Todos esses fatores combinados aumentam o custo de desenvolvimento de negócios para startups.

 

  • Recursos

 

Growth hacking, computação em nuvem e capitalismo de risco permitem que as startups ganhem entrada no mercado. A maioria delas opera com um orçamento apertado contra concorrentes com bons recursos (às vezes, a luta é bastante injusta). 

 

Dá aos concorrentes uma vantagem no desenvolvimento de produtos, vendas e marketing. Eles usam essa vantagem para empurrar as startups para fora do mercado quando se tornam uma ameaça.

 

E agora, apostar as fichas nas startups ou não? Qual a sua decisão? Gostou do nosso conteúdo? Deixe o seu comentário e compartilhe este post em suas suas redes sociais!

Conteúdo produzido pela equipe do Soluções Industriais.

Leave a comment

Your email address will not be published.